quinta-feira, 19 de setembro de 2013

NAUFRÁGIO


Perdido em pensamentos
Despido de sonhos e desejos
Preso na escuridão do meu ser
Um corpo abandonado por mim
Uma casa vazia e desabitada
O chão frio e deserto,como a alma
Negra a noite que se aproxima
Tempestade que se adivinha
Um mar revolto de sentimentos
Um corpo que teima em sobreviver
Num naufrágio a muito anunciado.

J.C.

2 comentários:

  1. Tanto sentimento revelado num só texto...

    Beijinho.

    ResponderEliminar
  2. Pois é verdade,pequeno mas cheio de emoção :)

    Beijo grande

    ResponderEliminar

DEIXEM A VOSSA MARCA NO MEU TRILHO