terça-feira, 8 de julho de 2008

INSTINTOS


Tê-la como minha fêmea favorita
é o que manda meus instinto de macho
a razão acha esta idéia esquisita
mas o que importa é o que eu acho...
acasalar contigo no verão e na primavera
me aquecer contigo no frio inverno
meu desejo por ti espera
amar-te até no inferno
possuir-te por trás ou pela frente
em pé na parede ou deitados na cama
que loucuras passam em minha mente
quando penso em acender sua chama.


R. ROCHA

10 comentários:

  1. A chama quando é consistente, pode abrandar mas nunca apaga! :-)

    Bjs & Abraços

    ResponderEliminar
  2. Gosto mesmo do termo "fêmea", gostei do poema.

    ResponderEliminar
  3. uauuuu andas lá andas..loool

    Beijo

    ResponderEliminar
  4. Bem... lindo :) Adorei, é isso mesmo, ficou tudo dito ;)

    beijoquita

    ResponderEliminar
  5. Cereja,eu sou um rapazinho com muito bom gosto,lol

    bjs

    ResponderEliminar
  6. Casaltuga,bem vindos andavam fugidos,lol.
    Isso mesmo,não se deve deixar apagar,porque ao contrario do resto dificilmente volta a acender.

    beijos e abraços ;-)

    ResponderEliminar
  7. Chico,gostas-te?deu-te alguma ideia?la terei que ser "tio"mais uma vez?hahahahaha

    um abraço amigo

    ResponderEliminar
  8. Vita,ando pois,so não ando mais porque o médico não deixa,hehehehehe.

    beijoka

    ResponderEliminar
  9. Espelho,agora é favor por em pratica com quem amas,lol. ;D

    beijokas

    ResponderEliminar

DEIXEM A VOSSA MARCA NO MEU TRILHO