segunda-feira, 2 de março de 2015

"PALAVRAS DOS OUTROS"...À SEGUNDA FEIRA

ESTA SEGUNDA FICA UMA HISTORIA QUE ME FEZ CHEGAR MAIS UMA DAS PESSOAS QUE POR AQUI PASSA,E COMO ME AUTORIZOU A PUBLICA-LA,DECIDI PARTILHA-LA COM VOCÊS,ESPERO QUE GOSTEM E OBRIGADO bh POR ME TERES DEIXADO ESCOLHER AS IMAGENS,ESPERO QUE TRADUZAM O QUE LI

A FANTASIA DELA

Estava decidido: -Realizaria a fantasia dela.
Valeria a pena arriscar toda uma vida conjugal por uma única noite de luxúria? Provavelmente não, mas quem iria julgá-los?
Então ele foi prático. O desejo de transar com outro homem, tantas vezes insinuado, se tornaria realidade, desde que:
-Seria alguém com experiência com casais, de fora da cidade, higiênico, sem vícios e tal e tal.
-Um único encontro, direto num motel, sem beijo na boca e chupá-lo só de camisinha. E depois ela deveria realizar uma fantasia dele.
Ela meio que concordava e meio desconfiava que fosse só brincadeira. Mas as conversas por Skype foram evoluindo. E um, dentre muitos, tornou-se o preferido.
Trinta anos, pouco experiente e namorado fixo de uma esposa. Já tinha sido noivo e haviam terminado depois de uma experiência com swing. Simpático, educado, bem humorado e um dote um pouco acima da média.
A esposa quis saber qual seria a contrapartida do marido, mas ele ainda não tinha se decidido. E num clima de excitação, medo e raiva viajaram até São Paulo para O fim de semana.
Estavam silenciosos, e, já no hotel, ela tentava descontrair pedindo a opinião dele sobre que roupa e lingerie usar. Mas ele estava visivelmente ansioso. Ela propôs desistirem da ideia e ele foi firme dizendo que seria bom para eles e que seria naquela noite ou nunca mais.
Foram a um restaurante e pela primeira vez conseguiram rir um pouco. O vinho, um bom prato e um clima de sedução os envolveu e foram se beijando voluptuosamente no taxi a caminho do motel. Pelo whatsapp iam ajustando os horários e chegaram praticamente juntos à bela suíte reservada pelo rapaz.
Os dois sentaram juntos, abraçados e parecia impossível separá-los. Estavam nervosos, mas tentavam quebrar o gelo com conversas corriqueiras mescladas com assuntos mais picantes.
Bebiam vodca e, com algum custo, o marido se soltou para ir ao banheiro. Ao voltar sentou-se em uma cadeira longe da esposa e pediu que ela se levantasse. As pernas estavam bambas e ela pensou que fosse tropeçar em todos os móveis do quarto. Mas o marido diminuiu a luz, aumentou a música, aproximou-se e, sem avisá-la, abriu sua saia deixando-a só com uma calcinha minúscula, vermelha e rendada e uma blusa branca que parecia explodir destacada pela luz negra.
O rapaz então abraçou-a por trás e a enchia de carícias enquanto ela permanecia de cabeça baixa e de olhos fechados. Dali pra frente tudo foi tão rápido, mas tão marcante que pareceu uma vida inteira.
Todos os momentos, alegrias e tristezas, sonhos e decepções passavam pela cabeça dos dois enquanto o rapaz cumpria seu papel, até ficarem nus, atracados na cama, numa mistura de raiva e tesão. Custaram a encontrar um ritmo e ela demorou ainda a gozar, mas foi um gozo rápido e nervoso. O rapaz ainda se segurou um tempo antes de soltar um urro com o gozo represado.
Ela então procurou o marido, e talvez com lágrimas nos olhos, chupou até que ele gozasse em sua boca. O rapaz já estava novamente a postos, mas resolveram que seria melhor parar por aí.
Se despediram com um selinho apesar dela ainda estar com o rosto lambuzado. E, ao chegarem ao hotel, tiveram uma noite de incontáveis transas e gozos.


contribuição/bh

8 comentários:

  1. esse instante magico do esperma gotejando em nossa boca é algo realmente magico, só quem já fez isso pra saber o q estou dizendo ufa!!! isso me deixa louca e molhadinha só de imaginar a cena... bjs Taninha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se te deixou "louca e molhadinha" fico muito satisfeito,por aqui o lema " é agradar e dar prazer" loooool

      Beijos Taninha

      Eliminar
  2. Que bela surpresa ver meu conto neste site tão excitante.

    Estou iniciando também um blog e espero receber sua visita.

    Até qq hora.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem tem de agradecer sou eu pelo prazer que me deu de poder publicar este conto tão erotico e ao mesmo tempo tão cheio de "entre linhas" que dão para pensar.

      Terei imenso gosto em ser um dos seus leitores,logo que o blog esteja a funcionar é so deixares aqui o link para poder visitar amigo.

      Um abraço especial

      Eliminar
    2. http://especialbh49.blogspot.com/

      Eliminar
    3. Obrigado amigo,ja faz parte dos blogues que sigo ;)

      um abraço

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Estou confuso,hahahahahahaha

      Beijos Poetisa ;)

      Eliminar

DEIXEM A VOSSA MARCA NO MEU TRILHO